terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Me deixe só

Tanta coisa mudou, mas os mesmos erros persistem...
Me vejo passando pelas mesmas situações que passei há um ano atrás...
Será que não aprendi nada?
Será que entrei num loop infinito?

Eu só queria crescer...
Só queria ser feliz...
É pedir demais?
Amadurecer?

Tempo...
Passe logo!!
E leve esses pensamentos ruins com você...

Não estou sozinha nesta minha solidão,
Bem que eu queria...
Sofrer sozinha...

Não há castigo pior do que ver o desânimo...
No rosto dele. No pensamento dele. Nas atitudes dele.

Me deixe sozinha.
E leve toda a minha felicidade...
Se preciso for.

Um comentário:

Rafael Amorim disse...

Então... quem é viva sempre dá um jeito de aparecer, certo?