terça-feira, 19 de junho de 2012

Once upon a time...



Era uma vez, uma princesa deprimida e solitária... Ela se sentia deslocada e não atendia aos padrões da sociedade. Sua família não a apoiava em suas decisões e sempre a mal tratava fazendo-a ter vergonha de si mesma.

Um dia ela encontrou um sapo, e solitária como era, começou a conversar com ele... Desabafou todos os seus problemas e conflitos. Enquanto ele a escutava pacientemente.

Dias se passaram e ao encontrar o sapo novamente, a princesa pediu que ele a escutasse desabafar sobre seus sentimentos... A princesa sabia que poderia confiar naquele sapo desde o primeiro dia. Ele não iria sair pulando pra contar a todos que ela era triste e infeliz, ele não igual a todos que só queriam vê-la derrotada.

Ao fim de seu desabafo, já aos prantos, a princesa decidiu que deveria recompensá-lo por gastar seu tempo ouvindo-a se queixar de sua mísera vida, então, deu-lhe um beijo com seus lábios macios.

Um grande brilho começou a sair do sapo e a princesa não conseguia enxergar nada com tanta luz em seus olhos... Quando a luz e o brilho se dissiparam, ela, ainda com a visão turva, conseguiu ver que o sapo se tornara um lindo e amável príncipe.

Coçou seus olhos a fim de enxergar melhor, mas não podia acreditar no que acabara de acontecer em sua frente... Como poderia um reles sapo virar um príncipe tão encantador?

O príncipe então se apresentou e explicou que uma bruxa o havia enfeitiçado e apenas um beijo puro poderia quebrar o encanto. Ele a agradeceu inúmeras vezes por beijá-lo enquanto ela tentava encontrar alguma explicação pra aquilo tudo em sua cabeça.

Os dias se passaram e eles não se viram mais... A princesa ficara um tanto confusa e um pouco amedrontada, enquanto o príncipe tentava achar uma maneira de conquista-la analisando tudo o que ela havia desabafado enquanto ele ainda era um sapo.

Num dia ensolarado, a princesa saiu para caminhar e encontrou o príncipe no meio do caminho, ele então tomou coragem e disse tudo o que sentia por ela, deu-lhe umas flores que havia colhido por ali e ajoelhou-se dizendo: “Eu não serei igual aos outros que só querem te ferir, prometo lhe tratar como uma rainha enquanto eu viver.”

Emocionada, a princesa pulou em seus braços e lhe deu outro beijo puro, mas dessa vez muito apaixonado.

Nenhum comentário: