segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ombro Amigo

Estou aqui de novo...
Sem muito o que dizer, mas com vontade de escrever...
Vontade de desabafar, mas sem amigos disponíveis para isso...

Passei por altos e baixos.
Visitei o fundo do poço e o monte Everest.
Fui modelo e modelada.
Mas agora não sei o que mais ser senão eu mesma.

Agora há uma bifurcação no caminho da minha vida e não sei que caminho seguir.
Gostaria de achar um manual de instruções.
Ou saber as consequências de cada caminho...
Não quero mais errar, nem pisar em falso
E não ter como voltar atrás.

Eu sei exatamente o que quero.
Quem eu quero.
E como quero.
Me falta saber a maneira certa de alcançar os meus desejos.

Não me orgulho de ser egoísta às vezes
Mas nem por isso tenho que parar de pensar em mim!
Eu quero achar o ponto de equilíbrio e fazer a escolha certa.

Já passou a hora de errar o alvo.
Estou perdendo tempo enquanto outros passam à minha frente.
Não quero ser insensível com ninguém,
mas há quem mereça o meu desprezo.

Acho que as unicas coisas de que preciso agora são
Um ombro amigo pra desabafar, alguém em quem eu realmente confie.
E uma luz do meu anjo da guarda pra me ajudar a tomar a decisão certa.

Mas enquanto isso não acontece eu faço o que?

Finnegan.

2 comentários:

Júlia Delorenzi disse...

Não sei o que comentar.
Mas sabe que quando precisar pode falar comigo, estarei presente para ajudar em qualquer momento, seja no melhor momento ou no pior momento.
Não pense que só pq algo deu errado que o resto vai ser ruim. Amanha é um novo dia, não esqueça disso, NUNCA.Por mais que o dia nao esteja bom,não quer dizer que amanha será como hoje.Pense nas pessoas que te amam e que te apoiaram em suas decisões.

Ass. Sua amiga mais pentelha de todas e que gosta muito de vc =)

Natália disse...

Lely,

Sei que fui a pior irmã do mundo e que não sou digna de sua confiança. Também sei que não motivos que justifiquem o que senti e fiz com vc! Porém, saiba que busco melhoria e amo você! Quando precisar de algo, estamos aqui... Longe, mas ainda sou alguém! (Na falta, sei lá, né?)

Beijos da irmã vacilona, mas tentando ser uma pessoa melhor!