quinta-feira, 14 de julho de 2011

Opiniões alheias - Victor Britto

-- Paixão

Por: Victor Britto / @Victor_Cosbri

Aconteceu!
A pessoa que mais banalizava o amor e seus derivados, se apaixonou perdidamente. Amor à primeira vista não seria o termo correto, mas, a primeiras conversas, talvez. Não sei se, por ser a primeira paixão, a gente fica burro e inconseqüente, ou se eu sempre fui assim. Minha única certeza é que, tomei as decisões erradas.

Saber se era certo ou errado, era o mesmo que dar um pirulito e uma bala para uma criança e pedir para ela escolher; Impossível. Quando me entreguei pra você, eu me senti completo pelo menos uma vez na vida. Meu coração pulsava no ritmo das suas carícias e eu tive certeza de que eu estava gostando disso tudo. Ter você foi simplesmente mágico. Mas, como nada na vida é perfeito, eu tomei a pior decisão possível: Deixar de viver e vivi você!

Era tão bom lembrar que você existia, mas, de uma forma paranóica, eu comecei a esquecer tudo e todos. Minha vida se esvaiu. Ah, Deus sabe como eu sofri. E hoje sei que foi sem necessidade alguma! Grande ingênuo. Se eu pudesse começar tudo de novo, com a maturidade que eu tenho hoje, seria tudo diferente. Te pediria perdão eternamente, se preciso fosse, por ter sido tão estúpido. Não quero cometer com outros os mesmos erros que cometi contigo.
Não quero ser esperto, quero ser sábio!

Hoje eu me sinto bem e voltei a viver. Estou feliz. Não te tenho mais como ídolo, ou sonho intocável e sim como pessoa muito especial que entrou na minha vida pra ficar. Sua amizade me faz bem. O diálogo me salvou da idiotice e te salvou das minhas chatices. Sinto-me pronto pra outra aventura. Se eu pudesse olhar nos seus olhos e dizer uma palavra, seria OBRIGADO. Só sei que durou o tempo certo pra ser perfeito e inesquecível, apenas isso.

Nenhum comentário: